Copo de 3: Sexy by Fita Preta

23 Outubro 2010

Sexy by Fita Preta

Sexy branco 2009, Sexy Rosé 2009 e Sexy tinto 2009

Sexy é o arrojante e atraente nome que o projecto Fita Preta arranjou para os seus vinhos de entrada de gama. Se o nome por si só já chama a atenção, os rótulos fazem o resto do trabalho, cativando a compra destes vinhos cujos preço cerca de 7€ se revelou, num mais que noutro, sensato para a qualidade oferecida. São na sua essência vinhos para serem consumidos no imediato, num consumo de curto prazo a fim de tirar máximo partido da frescura da fruta que mostram. Os vinhos de consumo a médio e longo prazo desta empresa vão ser alvo de prova mais para a frente.

Sexy branco 2009 : São 10.000 garrafas, vinho feito à base de Roupeiro (50%), Verdelho (30%) e Viognier (20%), apenas 10% passou por barricas novas de carvalho francês. Mostra aroma de mediana intensidade, frutado com nota de fruto tropical, citrinos e alguma fruta de polpa branca, frescura, conjunto compacto e jovem, mistura-se com sensações vegetais onde se destaca aroma a chá e ligeira sensação de arredondamento lá no fundo do copo. Boca com entrada fresca e ligeiramente frutada, mediano em estrutura com passagem agradável e persistência final moderada. 15 - 87 pts

Sexy rosé 2009 : São 15.000 garrafas com Touriga Nacional a meias com Aragonês, em que só conheceram o frio do inox. Um rosé onde se destaca um aroma fresco centrado na fruta vermelha com leve toque floral, entendimento bom entre as castas, tendencialmente para a secura (sem grandes doçuras associadas) o que é sempre bom sinal. Na boca revela boa elegância e frescura, frutado com toque de vegetal fresco a terminar em boa persistência. 15 - 87 pts

Sexy tinto 2008 : São 65.000 garrafas onde o lote é constituído por Touriga Nacional, Syrah, Aragonês e Cabernet Sauvignon. Aroma sem despontar grande complexidade, frutado e jovem, com frutos do bosque e ligeiro travo vegetal fresco a despontar criando uma ligeira austeridade vegetal que se dilui em toque fumado, baunilha a criar algum aconchego. Sensação morna, harmonia de conjunto onde tudo parece querer agradar. Boca com corpo mediano a revelar sintonia com a prova de nariz, macio, frescura ligeira, guloso a mostrar leve doçura da fruta, bastante equilibrado e apetecível. 15,5 - 89

Sem comentários:

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.