Copo de 3: Versus Síria 2009

14 Dezembro 2010

Versus Síria 2009

Plantadas em solos xistosos e arenitos da sub-região de Figueira de Castelo Rodrigo e temperadas pelo clima continental da região, as uvas seleccionadas da casta Síria deram origem a este branco que agora aqui falo. A casta Síria que aqui se fala é a mesma que no Alentejo dá por nome de Roupeiro, uma casta boa de aromas com o senão de que oxida precocemente e perde consequentemente aquilo que gostava de mostrar... contrariedades da vida que indicam claramente vinhos para consumir em novos, que é assim que muitos devem ser bebidos e apreciados. Porém nos dias de hoje muita gente gosta de guardar de tudo, conseguindo ter em vez de uma garrafeira uma autêntica colecção de monos...

Versus Síria 2009

Nariz a dar uma prova com boa intensidade, mostrando-se de conjunto delicado, fresco e levemente perfumado com flores brancas e fruta madura (citrinos, maçã). Do giro no copo desenvolve leve aroma vegetal fresco (lúcia-lima), apimentado com suave sensação de aconchego, calda de fruta, creme de baunilha.

Boca com frescura a dar bem conta do recado, mostra-se fresco e frutado, novamente com a calda a mostrar-se, que nos dá ao mesmo tempo temos a sensação de um vinho ligeiramente arredondado, macio, harmonioso e equilibrado, sempre num tom fresco com mineralidade em fundo de persistência mediana.

Penso que seja vinho para se tirar partido nos primeiros dois anos de vida, a produção não é muito grande sendo apenas 10700 garrafas, nesta colheita apresenta-se com 13,2% Vol. e com um preço apetecível e direi democrático pois ronda os 6€. Se o vir não lhe vire as costas e de-lhe uma oportunidade, a aptidão para a mesa faz dele uma aposta mais que certeira. 15,5 - 89 pts

Sem comentários:

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.