Copo de 3: FONSECA VINTAGE 2009

03 Outubro 2011

FONSECA VINTAGE 2009


Sempre que toco em vinhos deste calibre sinto-me pequenino, são colossos nascidos e adormecidos nas encostas do Douro, são vinhos que quando em novos são cheios e vigorosos, fruta jovem e expressiva quase que palpitante, sente-se a Primavera e o Verão, plenos de fruta fresca acabada de colher... para após décadas de clausura despertarem do sono cheios de complexidade e sabedoria, aromas mais serenos, mais de Outono e de Inverno, vinhos de contemplação enquanto em novos são vinhos de gulodice pegada. O Fonseca é um dos grandes, pertence a uma casa que desde 1822 se fez notar pela excelência dos seus Vintage. O lote desde Fonseca Vintage 2009 tem como base os vinhos da Quinta do Panascal e da Quinta do Cruzeiro e, em pequena quantidade, da Quinta de Santo António (a primeira vez que esta Quinta contribui para um vintage clássico).


Os vinhos de 2009 têm a maior concentração de cor e taninos que registamos nas duas últimas décadas. A fruta é igualmente de uma qualidade excepcional, notória nos opulentos aromas deste Vintage” : David Guimaraens (enólogo do grupo)

A prova do Fonseca Vintage 2009 dá a ilusão, e na verdade até o é, de ser um bocadinho mais séria que os restantes, do tipo caladinhos que o senhor Fonseca vai contar um conto e vamos ficar todos em silêncio para ouvirmos. O Sr. Fonseca é uma pessoa de estatuto social elevado, vigoroso e de elevada estatura, bem cheiroso, rico muito rico, veste um sobretudo negro, bigode farto e fuma o seu cachimbo enquanto nos conta um conto onde a fruta qual herói da história domina pela veia mais escura, frutos pretos (groselha e ameixa) de um caminho mais carregado e mais fechado, direi até mais complexo, sente-se um lado vegetal de caruma, chocolate negro e pimenta preta. Na boca todo ele mais seco e com menos harmonia que o Taylor´s e sem tanta gulodice como o Croft. Embora seja um conto pequeno, o Sr. Fonseca tem muito ainda que nos dizer, quem sabe daqui a umas décadas quando nos voltarmos a encontrar e aí talvez até a história seja outra. 96 pts

Sem comentários:

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.