Copo de 3: As Garnachas de Bernabeleva...

05 Julho 2012

As Garnachas de Bernabeleva...


Esta prova mostra a casta Garnacha em 3 vinhas diferentes do mesmo produtor, Bodegas Bernabeleva (Madrid). São vinhos que requerem alguma atenção, calma e tempo, vinhos especiais e que espelham de alguma forma o lugar onde nasceram. Pessoalmente gosto bastante da maneira fácil com que se deixam beber, como se mostram e se dão a conhecer, por vezes algo complicados, outras algo mais descomplexados... são na sua essência vinhos temperamentais e com identidade própria. Os exemplares são todos de 2007, esperei por eles, mereciam que se esperasse, são o claro exemplo de vinho que se dá mal com gente apressada. Foram servidos lado a lado, Arroyo del Tórtolas, Carril del Rey e Garnacha de Viña Bonita. No final a conclusão de que a qualidade mora de forma diferenciada em cada um deles, não sendo vinhos baratos, preço entre os 22 e 30€ farão sempre as delícias dos apreciadores, como eu, de vinhos da casta em destaque. Destes já não há mais, resta agora apontar para os 2009 que já se encontram no mercado.


Bernabeleva Arroyo del Tórtolas 2007: Provém de uma vinha situada numa ladeira virada a norte, são 1,25 ha com 65 anos de idade em solo granítico com pouca profundidade na parte mais alta, aumentando na parte baixa ( mais fresca) o que implica em determinados anos vindima se faça em duas alturas. É das primeiras vinhas a entrar em plena maturação. Vinificação é feita em balseiro, com % de engaço que varia conforme o ano da colheita, passa a barrica com estágio superior a 11 meses, variante também conforme o ano. Mostrou-se o mais "fechado" de todos, debita boa intensidade em conjunto pujante com frescura e profundidade, ao mesmo tempo misterioso. Dá para cheirar uma fruta vermelha muito madura e defenida servida ao lado de toques tostados da madeira com especiaria doce. Na boca tem uma boa frescura, a madeira algo presente com a fruta opulenta a esmagar-se e prolongar-se até ao final de boca ligeiramente mineral. 91 pts
Bernabeleva Carril del Rey 2007: A vinha está orientada a sul com 75 anos de idade, são 2.5 ha de garnacha e 0,5 de Albillo. Solo de granito com pouca profundidade, é a vinha de maturação mais tardia.É mais espevitado que o anterior e menos vinho que o seguinte (para mim claramente o melhor), apesar de tudo é bem expressivo onde a fruta se deixa notar, bem madura e fresca, dos três é aquele onde a mineralidade sobressai mais em prova, a madeira não incomoda e dá tostado ligeiro, leve apontamento vegetal colado à fruta. Boca com muita presença da fruta redonda e gulosa, enche o palato com a sua presença, gordo, viscoso, leve folha de hortelã com fundo mineral. 92 pts



Bernabeleva Garnacha de Viña Bonita 2007: A vinha com 2.8 ha localizada na parte alta do monte, 700 metros de altitude e com granito algo mais compacto, idade da vinha a rondar os 80 anos. É a parcela que tem a mais longa maceração. Aroma complexo e conquistador, revela um vinho mais sério com uma enorme cortina de frescura que percorre toda a prova de nariz e boca. O bouquet de fino recorte também mostra diferença, nota-se café, nota-se aqui um travo mais acentuado de vegetal (mato rasteiro) com a fruta vermelha de enorme qualidade e definição. Boca com muita presença, fruta, mineral, especiaria e balsâmico, longo e largo, bela estrutura firme com taninos presentes a aportar apenas alguma secura no final, pelo meio é harmonia com poder e opulência. 93 pts

Sem comentários:

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.