Copo de 3: Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2005

21 Novembro 2012

Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2005

É nos dias que correm um valor seguro em qualidade e consistência, o Crasto Reserva Vinhas Velhas tem o seu lugar entre as melhores relação preço/qualidade que temos em Portugal. Um excelente exemplo do bom trabalho que tem sido desenvolvido na Quinta do Crasto chegou quando este que agora falo, ficou em 3º lugar na lista dos melhores vinhos segundo a WineSpectator. O preço ronda quase sempre os 25€, a meu ver mais que justificado e com garantia de total satisfação. É proveniente de vinhedo velho, mais de 70 anos, em que o estágio em barrica rondou os 18 meses, numa madeira que apenas se sente nos primeiros anos e que depois se desvanece, resultando um vinho do Douro muito sereno, com raça mas acima de tudo com uma prova de nariz e boca de elevada elegância e cumplicidade com a região. Abri e servi sem decantar, que os copos são grandes e largos o suficiente para o deixar rodopiar de forma airosa, o tempo foi-lhe dado durante toda a refeição... longo tempo portanto, direi que foi com meia hora de copo que atingiu o seu ponto alto, depois manteve até ao fim da sua existência. De aroma complexo e refinado, dá um gozo tremendo no copo, uma modernidade do Douro associada a todos os bons aromas dos vinhos da região, uma combinação de fruta sólida com toque de esteva, algum licor de cereja, cacau morno que lhe dá certa gulodice e a frescura que embala todo o conjunto. Equilíbrio, elegância, frescura, boa presença na boca com largura e profundidade, presença muito boa, saboroso e persistente com final longo e especiarias. No ponto em que está não lhe darei muito mais tempo de guarda... 92 pts  

Sem comentários:

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.