Copo de 3: Vila Santa Reserva branco 2011

12 Novembro 2012

Vila Santa Reserva branco 2011

Ora cá está um branco que encheu de certo modo as medidas, certo que andava algo de costas voltadas para os brancos do Engº João Portugal Ramos (Estremoz), terei provado em algum momento quando o branco de topo da casa se passou a chamar Vila Santa, na altura não gostei, perdi-lhe o rumo e voltámos a encontrar passado algum tempo. Agora o que rodopia no meu copo é um Vila Santa Reserva, branco de nova roupagem, menos pesada, mais fresca e apelativa, recordo o rótulo negro a imitar pedra quando ainda era apenas Antão Vaz (que saudades deste vinho). Neste a coisa mudou radicalmente, Arinto, Alvarinho e Sauvignon Blanca, quem diria, o certo é que o blend dá um vinho do qual gostei bastante, com parte a fermentar em barrica (Arinto) que lhe confere um toque de aconchego, com alguma complexidade e boa harmonia. Todo ele bom de cheirar, com frescura da fruta, citrinos, toque vegetal fresco a lembrar folha do limoeiro, baunilha, frescura e mais frescura em fundo mineral. Boca harmoniosa, frescura, saboroso e envolvente, sente-se que a madeira está bem integrada, tudo calmo com a fruta que se vai esmagando no palato, toque vegetal novamente com final convidativo a mais um trago. Uma excelente aposta, ronda os 12€, para peixes no forno e alguma carne branca, por exemplo em modo lowcost uns bifinhos de perú com natas e cogumelos. 92pts

Sem comentários:

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.